Linhas do tempo

Elaborar linhas do tempo pode ser algo muito legal para ensinar e aprender: história, teorias, momentos de um processo…

Montar linhas do tempo em papel ou mural pode ser uma forma de trabalhar com esse recurso em sala de aula ou outro ambiente presencial. Outra forma consiste em utilizar programas de computador para fazer isso. Na Internet há sites que viabilizam esse recurso, de graça!

Com isso é possível ganhar tempo, permitir a autonomia do estudante e incentivar sua criatividade, flexibilidade na construção, possibilitar a colaboração em diferentes tempos e espaços.

Alguns desses sites com os quais já me deparei são:

– Preceden

– Timetoast

– Timeglider

– Xtimeline

O Xtimeline é aquele que achei mais interessante, pois permite aos usuários criar linhas do tempo com certa flexibilidade, além de possibilitar a colaboração e comunicação entre usuários. O Xtimeline deixa que um grande projeto seja desmembrado em componentes menores e gerenciáveis, atribuídos a indivíduos ou grupos.

O Xtimeline apresenta certas características que o tornam de fácil aplicação a contextos educativos, especialmente ao ensino formal:

  • Cada usuário (no caso estudantes) tem uma identidade distinta, ligada a sua conta para utilizar o sistema, chamada “profile”. Esta identidade/conta tem um espaço para que o usuário veja suas próprias ações no serviço, o que significa que pode facilmente extrair suas próprias contribuições particulares e permitem que professores vejam o que cada aluno está fazendo.
  • Há um campo chamado “source”, fonte em português, no qual o usuário deve fornecer uma referência para as informações que colocaram na linha do tempo.
  • Arquivos podem ser exportados ou impressos.
  • É possível fazer trabalhos colaborativos. A colaboração pode acontecer por meio de comentários e de co-construção.

E para que podemos usar linhas do tempo no ensino-aprendizagem? Que tal algumas sugestões?

  1. Conteúdos que apresentam uma história ou sequencia de eventos
  2. Registro reflexivo do próprio processo de aprendizagem
  3. Registro de momentos da realização de um trabalho, ou do desenvolvimento de uma atividade, ou de sequencia de ações
  4. Atividades que envolvem planejamento (como projetos, por exemplo) 
  5. Passo-a-passo ou instruções de atividades a fazer (grupos tutoriais, por exemplo)
  6. Cronograma de atividades
  7. Linha do tempo sem informações e os estudantes precisam descobrir os eventos da sequência
Anúncios

Sobre aninhahaeser

Psicóloga da SEDF, atuando no Serviço Especializado de Apoio à Aprendizagem. Psicóloga, Artista Plástica, Licenciada em Artes Visuais. Interessada pelo desenvolvimento humano, pelos processos de ensino-aprendizagem e por novas tecnologias de informação e comunicação. Encantada pela Arte: visual, teatral, poética...
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s